Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Estiagem afeta a produção de cana em São Paulo

Especialistas calculam que a perda na produção seja em torno de 15%. Em algumas propriedades, o prejuízo chega a R$ 1 milhão.

Estiagem afeta a produção de cana em São Paulo A falta de chuva prejudicou o desenvolvimento dos canaviais na região de Araçatuba, em São Paulo. Já tem agricultor preocupado com o fechamento das contas no fim da safra. Em uma propriedade é bem visível o que a falta de água causou à plantação. As folhas estão bem amareladas e miúdas. A planta cresceu menos da metade do esperado para esta época do ano e a seca atingiu a lavoura exatamente no período de desenvolvimento, entre os meses de dezembro, janeiro e fevereiro. A situação preocupa Antônio Girardi. Ele tem 2,8 mil hectares de cana plantados e esperava colher nesta safra 220 mil toneladas. Com a estiagem, sem melhores perspectivas, a produção deve ser de 180 mil toneladas, um prejuízo de R$ 1 milhão. “É muito dinheiro, não teremos produção, provavelmente nem aumento de preço, e hoje nem o custo de produção será atingido”, diz. A região de Araçatuba tem 260 mil hectares de área plantada. Em condições normais, a expectativa era de colher cerca de 20 milhões de toneladas, mas os especialistas calculam uma perda de produção em torno de 15%. A estiagem pode comprometer ainda o período de plantio e a safra do ano que vem, mas apesar disso, a União da Indústria da Cana-de-Açúcar prevê uma safra 11% maior, este ano, em São Paulo.