Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Preço do m² sobe 13,7% em 2013, mais que dobro da inflação, diz Fipe

Maior valor em dezembro foi de R$ 9.937, no Rio de Janeiro. Menor alta ocorreu em Brasília, de 4,2%, e a maior em Curitiba, de 37,3%.

Preço do m² sobe 13,7% em 2013, mais que dobro da inflação, diz Fipe

O preço médio anunciado para venda do metro quadrado de apartamentos registrou aumento de 13,7% em 2013, aponta nesta segunda-feira (6) o Índice FipeZap Ampliado, bastante superior àprévia da inflação para o ano passado, que é de 5,85%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de dezembro. A inflação oficial prevista para todo o ano passado é de 5,7%, de acordo com o Boletim Focus, do Banco Central.

Os valores médios do metro quadrado em dezembro ficaram entre R$ 9.937 (Rio de Janeiro) e R$ 3.820 (Vila Velha, no Espírito Santo). Em São Paulo, foi de R$ 7.815, e a média das 16 cidades pesquisadas foi de R$ 7.303.

A menor variação foi registrada em Brasília, onde o preço médio subiu 4,2%.

As demais cidades tiveram aumentos no metro quadrado maiores que os demais preços da economia em 2013, com taxas variando entre 9,5%, em São Bernardo do Campo (ABC Paulista), e 37,3%, em Curitiba – a maior taxa.

A capital paulista encerrou o ano com um aumento de 13,9%, valor menor que o registrado em 2012 (15,8%), enquanto o Rio de Janeiro teve um aumento em 2013 em ritmo praticamente igual ao de 2012 (15,2%, em comparação a 15% no ano anterior).

Alteração do índice
De acordo com a FipeZap, até junho de 2012, apenas sete cidades compunham esse índice. Assim, a comparação com os aumentos dos anos anteriores só pode ser feita nessas cidades. Elas tiveram, em média, aumento de 12,7% em 2013 e de 13,7% em 2012. A desaceleração foi mais pronunciada em São Paulo e no Recife, enquanto que apenas em Fortaleza os preços subiram mais em 2013 que no ano anterior.

Na comparação mensal, o maior aumento foi registrado em Florianópolis (1,9%) e a menor variação ocorreu em Brasília (0,1%).

Seis cidades entre as 16 pesquisadas tiveram variação mensal menor que a inflação esperada para o mês: Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Santo André (ABC Paulista), São Bernardo do Campo e Vila Velha.

O Índice FipeZap Ampliado é desenvolvido em conjunto pela Fipe e pelo portal Zap Imóveis. Ele é calculado pela Fipe e acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em 16 municípios brasileiros com base em anúncios na internet.