Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Em alta, alimentos pressionam inflação em SP em outubro, diz Fipe

Preços dos alimentos seguem subindo, mas em um ritmo menor. Na segunda prévia de outubro, IPC ficou em 0,34%.

Em alta, alimentos pressionam inflação em SP em outubro, diz Fipe A inflação na capital paulista medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) avançou 0,34% na segunda prévia de outubro, após subir 0,32% na primeira prévia, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta sexta-feira (17). Os preços dos alimentos seguem em alta em São Paulo, mas desaceleraram em relação à semana anterior, passando de 1,11% para 1,03%. Em habitação, a deflação diminuiu de 0,18% para 0,05%.Os preços de vestuário também tiveram alta, de 0,38% para 0,49%. Subiram ainda os preços dos grupos transporte (de 0,09% para 0,10%), e educação (de 0,17% para 0,19%). Em saúde, a taxa manteve a taxa de 0,41% e em despesas pessoais recuou de 0,36% para 0,33%. O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.