Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

No RS, o aparecimento de doenças no trigo deixa os produtores em alerta

Excesso de chuva e poucos dias com sol prejudicam as lavouras. Doenças como a ferrugem e a mancha foliar já apareceram.

No RS, o aparecimento de doenças no trigo deixa os produtores em alerta

Os produtores de trigo do Rio Grande do Sul estão em alerta. O clima não está favorecendo o desenvolvimento das lavouras e as doenças começaram a aparecer.

As lavouras estão em pleno desenvolvimento. Na fase chamada de perfilamento, na região de Cruz Alta, noroeste gaúcho, as condições do clima não alegram os produtores. O excesso de chuvas das últimas semanas e falta de luz têm trazido preocupações.

Segundo o agrônomo Cláudio Luiz Guerra, essa condição climática fez com que muitas plantações começassem a apresentar ferrugem e mancha foliar.

Para combatê-las, os produtores tiveram que aumentar as aplicações de fungicidas. Em uma lavoura foram plantados 1,3 mil hectares com o cereal e o produtor vai ter que fazer cinco aplicações do produto, duas a mais que o previsto.

Ajadir Machiavelli acredita que as lavouras de trigo devem ficar mais caras nesta safra. “O custo vai ser mais alto que nos outros anos, mas poderá ser bem pior em relação ao que vamos ganhar”, diz.

A colheita do trigo, no Rio Grande do Sul, começa em outubro.