Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Vendas de imóveis novos em São Paulo sobem 23,1% em abril Em valores, as vendas totais somaram US$ 1,32 bilhão.

Frente à média dos últimos meses de abril, no entanto, vendas caíram 17%.

Vendas de imóveis novos em São Paulo sobem 23,1% em abril Em valores, as vendas totais somaram US$ 1,32 bilhão. As vendas de imóveis novos na cidade de São Paulo cresceram 23,1% em abril ante março, para 2.147 unidades, registrando melhora pelo segundo mês seguido, informou o sindicato da habitação paulista, Secovi, nesta segunda-feira (23). Em valores, as vendas totais somaram US$ 1,32 bilhão, alta de 34,9% sobre o mês anterior. "Se compararmos os resultados do mês em 2014 com a média dos meses de abril dos últimos cinco anos (2.601 unidades comercializadas), houve um recuo de 17,4%", disse o Secovi em comunicado. Segundo a entidade, considerando que o mercado vende menos no primeiro semestre, as vendas de abril "estão dentro da normalidade". De acordo com o Secovi, 86,4% das unidades vendidas em abril tinham seis meses de lançamento. O sindicato informou ainda que foram lançadas 2.358 unidades residenciais na cidade de São Paulo, queda de 7,7% frente a março. Em comparação com a média de 1.980 imóveis lançados nos meses de abril dos últimos cinco anos (2009 a 2013), o recuo foi de 19,1%, de acordo com relatório da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio). As vendas no acumulado do ano ficaram aquém do esperado, disse o Secovi, com venda de 5.902 unidades até abril, ante 6.266 unidades um ano antes. "Com o crescimento das vendas em março e abril, não há lógica alguma para comentários extremamente pessimistas de analistas, que insistem em afirmar que depois da Copa os preços dos imóveis vão despencar. Isso não vai acontecer, apesar do clima de apreensão e pessimismo", disse em comunicado o presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes.