Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Produtores de arroz do RS começam a preparar o solo para a próxima safra

Solo é aproveitado para outras atividades que garantam renda extra. Integração entre agricultura e pecuária auxilia engorda do gado.

Produtores de arroz do RS começam a preparar o solo para a próxima safra A colheita do arroz está terminando no Rio Grande do Sul. Quem já concluiu os trabalhos, aproveita o solo para outras atividades que garantam uma renda extra. A safra do arroz deve chegar este ano a 7,8 milhões de toneladas, 4% mais do que no ano passado, segundo o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). O agricultor Walter Arns, de Uruguaiana, na fronteira oeste, terminou a colheita nos 2,5 mil hectares. Ele vendeu cerca de 15% da produção por R$ 30 a saca e agora quer segurar o restante à espera de preços melhores. Colheita encerrada, agora é hora de aproveitar o solo para outras atividades na fazenda. Em outra propriedade, a integração entre agricultura e pecuária é realizada. O sistema auxilia na engorda do gado durante o inverno e já prepara a lavoura para a próxima safra de verão. O pasto foi plantado logo depois de colher o arroz. Ivan Spat, gerente da fazenda, conta que os animais engordam pastando no azevém e que isto dura até o momento de preparar o solo e semear novamente o arroz. “Tem a estruturação física, química e biológica do solo, que é favorável, além do ganho do quilo do terneiro porque no inverno não tem pasto e assim teremos sempre em cima da lavoura de arroz”, diz.