Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Chuva ajuda a melhorar a produção de café conilon no sul da Bahia

Agricultores estão satisfeitos com a colheita do grão. Preço de venda da saca também subiu, varia entre R$ 240 e R$ 250.

Chuva ajuda a melhorar a produção de café conilon no sul da Bahia Os agricultores do sul da Bahia estão satisfeitos com a colheita do café conilon. Depois de um longo período de seca, a chuva foi mais generosa nesta safra e ajudou a melhorar a produção. Os pés carregados, os grãos maduros e a lavoura repleta de colhedores indicam que é chegada a hora da colheita nas lavouras de café do extremo sul da Bahia. A expectativa dos cafeicultores de Eunápolis é que a produtividade este ano chegue a 95 sacas por hectare, número 30% maior do que no ano passado, quando foi registrada uma das piores crises no setor. A produtividade foi tão baixa que chegou a 60 sacas por hectare. Nesta safra, a produção de café conilon deve crescer 11%, chegando a 800 mil sacas. Edson Romano é gerente da Fazenda Graciosa. A propriedade tem mais de 300 hectares e quase 1 milhão de pés de café. Segundo Edson, mesmo a colheita estando ainda no começo, já dá para perceber que a safra será boa porque os galhos estão com mais grãos e os grãos estão mais cheios. Neste ano, o clima ajudou. “Teve chuva na época da formação do grão e hoje eles estão bem pesados”, diz. Para a felicidade do cafeicultores, o preço de venda da saca também subiu e está variando entre R$ 240 e R$ 250. No ano passado, o preço oscilou entre R$ 180 e R$ 200. "Estamos esperando mais, esperamos que chegue a R$ 270, R$ 280 para a gente ter uma lucratividade melhor".