Cadastre seu e-mail e receba dicas úteis, novidades e muito mais. O cadastro é fácil e rápido.

Acompanhe as novidades

Colheita do caqui gera milhares de novos empregos em SP

Em Mogi das Cruzes está cada vez mais difícil conseguir mão de obra. Muitos agricultores recorrem a trabalhadores de outros estados.

Colheita do caqui gera milhares de novos empregos em SP A colheita do caqui está criando novos empregos na região de Mogi das Cruzes, em São Paulo. Como falta mão de obra local, os agricultores recorrem a trabalhadores de outros estados. O trabalho acelerado em um sítio da região é para colher 175 toneladas de caqui até maio. As frutas que amadurecem agora, no início da safra, são as mais valorizadas, por isso, não pode haver desperdício. O número de funcionários precisa aumentar, uma tarefa difícil em uma região em que a mão de obra é cada vez mais escassa. O agricultor Paulo Faria recorre aos trabalhadores de outros estados. “Por intermédio dos amigos, a gente traz gente de Varginha, em Minas Gerais, há uns quatro ou cinco anos”, diz. Há três anos, Marcos Ribeiro deixa a família em Minas Gerais para trabalhar em Mogi das Cruzes. “Estamos recebendo, em média, R$ 50 por dia, valor muito bom”. Ari Scungisqui também não tem gente suficiente para fazer a colheita e há anos contrata funcionários de outros estados. Juvenildo Santos chegou da Bahia e o emprego, então temporário, virou fixo. “Eu me adaptei com a colheita do caqui e gostei de fazer este serviço. Aqui eu tenho mais oportunidade do que na Bahia e recebo mais também”, conta. De acordo com a Secretaria de Agricultura de Mogi das Cruzes, cerca de 10 mil pessoas trabalham na colheita do caqui.